André Geraldes assina pelo Sporting e torna-se no quinto reforço para 2014/2015, o terceiro portuguê



Foi com surpresa, para a generalidade das pessoas, que o Sporting comunicou a contratação do defesa direito internacional sub21 português para as próximas 5 temporadas com cláusula de rescisão de 45 Milhões de €.

E foi com surpresa porque a maioria não conhece o jogador e também porque passou ao lado dos principais órgãos de comunicação social não tendo dado azo a que se especulasse muito em torno desta contratação o que é bastante positivo para o jogador. Como o percurso do jogador tem sido humilde com uma ascensão meteórica recente é natural que se esta contratação se arrastasse no tempo os adeptos leoninos cairiam na tentação de tecer comentários pouco abonatórios para com o jogador pelo seu percurso sem sequer o conhecerem porque verdade seja dita, a grande maioria não conhece o jogador. O seu percurso fez-se pelo Maia, Rio Ave, Chaves, Aves, Istambul BB e mais recentemente o Belenenses logo passou ao lado dos principais holofotes.

Como já tinha referido ontem sobre o Gazela, acho que devemos louvar este tipo de contratações, jovens portugueses com potencial, sinal de que estamos atentos e activos no mercado nacional e que actuamos sem preconceitos. Depois de Paulo Fonseca (ex treinador do FC Porto e de André Geraldes no Aves) se ter referido ao seu ex-atleta em tom elogioso comparando-o a Paulo Ferreira não pude deixar de recordar que Paulo Ferreira era também ele, praticamente um desconhecido antes de rumar ao Dragão e que depois teve uma carreira de enaltecer. Isto para dizer que já deixámos passar muitos jogadores cá do burgo por pensarmos que lá fora é que estão as soluções e os bons jogadores e depois só nos saem barretes. Se nos lembrarmos de casos como Deco, Derlei, Cissoko, Lima só para citar alguns facilmente percebemos que andámos muitos anos a dormir.

E é precisamente pelas razões apontadas que estas contratações deixam-me entusiasmado porque deixam transparecer que há uma estrutura que sabe aquilo que quer e que usa as informações do seu departamento de scouting nas suas aquisições. Senão que sentido faz ter um departamento que não tem voz nesta matéria. Serve para recrutar para a formação e não para a equipa principal? Lembro-me perfeitamente da contratação de Toñito ao Vitória de Setúbal num ombro a ombro com o FC Porto e da satisfação que tive por termos ganho o duelo aos andrades. E diga-se que o espanhol, do meu ponto de vista, teve uma boa passagem por Alvalade embora ache que podia ter sido ainda melhor aproveitado.

Que André Geraldes tenha muito sucesso nesta sua nova etapa é o meu sincero desejo.

#Basaksehir #Turquia

1 visualização